6 de abr de 2013

  • 'Não tenhais cumplicidade com as obras das trevas'



    'Não tenhais cumplicidade com as obras das trevas'

    “Não tenhais cumplicidade com as obras das trevas” (Efésios 5,11).

    Você precisa romper terminantemente com tudo que é do espiritismo. Aí sim, você poderá ser instrumento de salvação para seus irmãos, pais, parentes, cunhados, sogra, genros, noras... Existem pessoas muito ligadas a você, pessoas com as quais você trabalha, seu namorado, sua namorada... que a única maneira de tirá-los da garra do inimigo é essa. Não é simplesmente tirá-los de uma doutrina espírita, é muito mais. É tirá-los das garras do próprio lobo [inimigo de Deus]. E o único jeito de conseguir tirá-los das garras do lobo é não ter parte alguma com ele, nenhuma ligação. É preciso romper terminantemente com o espiritismo em todas as suas formas e expressões.

    Para poder tirar uma pessoa do lodaçal, você não pode estar com os pés na lama. Precisa estar num chão firme. Se você ficar no "meio-termo" não conseguirá nunca. Firme-se bem do lado de cá, não se arrisque nem fique na beiradinha. Não chegue perto, não! Rompa terminantemente com o espiritismo. Rompa com toda mentalidade e doutrina espíritas, com toda prática espírita. Só assim você poderá ajudá-los a sair dele.

    O Sim é Sim, e o Não é Não. Jesus é Jesus, e o que é contra Jesus é contra Jesus. Todo o restante é disfarce para enganar os filhos de Deus. Aqui podemos realmente dizer: Sim, sim! Não, não! Tudo o mais vem do maligno.

    Não estamos condenando os espíritas, mas o espiritismo. Estamos denunciando a obra covarde, suja, desleal que o inimigo tem feito, enganando muito gente, retirando os filhos de Deus da salvação de Jesus, arrancando os filhos de Deus dos braços de Cristo e os jogando nas garras do lobo.

    Podemos dizer, sem medo, que, infelizmente, os espíritas são as primeiras vítimas desse embuste do demônio. Não estamos contra eles: estamos contra aquele que os enganou. As pessoas buscam “passes”, fazem “trabalhos”, vão buscar saúde, sorte, dinheiro e casamento nesses lugares, de forma que com essas práticas espíritas acabam se deixando conduzir por espíritos malignos e, muitas vezes, sem saber. Mas a realidade é essa. E mais do que nunca as pessoas precisam saber da verdade. Sim, sim! Não, não!

    As pessoas que vão ao espiritismo para ter contato com algum ente querido que faleceu e por isso estão tristes, com saudades, não estão entrando em contato com esses mortos. Graças a Deus, o seu falecido está com Deus e não está "baixando" em "centro" algum. Ele está com Deus! Quem se manifesta nesses centros e nesses terreiros são espíritos mentirosos e que bem conhecem nossos entes queridos falecidos. Conhecem seu tom de voz, seu jeito, seus costumes e até mesmo coisas que ninguém sabia a não ser ele [falecido] e aquele que foi ao centro. Jesus falou claro que o demônio é mentiroso e o pai da mentira. Não é estranho que ele nos engane se disfarçando na pessoa que morreu. O mais grave que nessas situações, sem saber, as pessoas entram em contato com espíritos malignos.

    Portanto, é preciso desmascarar essas obras estéreis das trevas e condená-las abertamente, porque não são de Deus! Deus nos proíbe de participar de toda e qualquer prática espiritismo porque ama o seu povo. Ele ama os seus filhos que estão enganados no espiritismo. Pior ainda: estão sendo enganados pelo demônio, que age vergonhosamente por meio do espiritismo. Deus quer salvá-los, Ele mesmo anuncia a seu povo que quer resgatá-los:

    "E agora, eis o que diz o Senhor, aquele que te criou, Jacó, e te formou, Israel: Nada temas, pois eu te resgato, eu te chamo pelo nome, és meu" (Isaías 43,1).


    Monsenhor Jonas Abib
    Fundador da Comunidade Canção Nova
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.